Featured Posts

Topo
23 mar 2022

Como lucrar vendendo roupas? Confira 5 dicas da Predilect’s!

mulher segurando roupas por cabide

Quer saber como lucrar vendendo roupas? A Predilect’s te conta!

O mercado do vestuário ainda é considerado um dos ramos mais promissores para negócio saudável e lucrativo. Para se ter uma ideia, dados de 2021 mostram que o Brasil é o nono país do mundo que mais consome roupas e acessórios no mundo, ficando somente atrás de grandes potências, como Rússia, China, Índia, Estados Unidos, Japão e mais 3 nações.

Por isso, a comercialização de roupas ainda é muito promissora para quem pretende investir em um novo negócio, até mesmo por que não é necessário realizar um investimento muito grande para começar. É possível até mesmo começar o negócio na sua casa.

Se você está com planos empreendedores e quer saber como lucrar vendendo roupas, confira as dicas da Predilect’s Plus para começar com o pé direito!

5 dicas para lucrar vendendo roupas

Para qualquer investimento financeiro que você for realizar, é sempre indicado realizar um estudo para você aplicar seu dinheiro com assertividade, montando um negócio com perspectivas de crescimento. Então, levante dados sobre o mercado em potencial, público-alvo, preços e os produtos que estão em maior evidência na moda atual.

Você deve visitar shoppings e galerias de roupas, assim como pesquisar tendências na internet para saber como proceder no seu plano de iniciar no negócio de roupas.

Agora, confira as dicas que temos para você:

1. Defina seu público-alvo!

O primeiro passo é a definição de qual público você atenderá com suas roupas e acessórios. A partir daí, você também saberá definir qual o tipo de roupas vai vender e qual é o melhor modelo de negócio.

mão masculina segurando lupa para observar bonequinhos de madeira coloridos que simbolizam o publico alvo

Nesse ponto do seu planejamento, você irá escolher se o seu público será majoritariamente feminino ou masculino, jovens ou pessoas mais maduras, por exemplo, assim como precisará decidir por um nicho de vestuário, como roupas mais formais, moda fitness, moda praia, moda jovem, roupas plus size, entre outros.

Entendendo melhor o seu público, você começa a ter um direcionamento para começar buscar seus fornecedores que terão as peças que você vai vender em sua loja.

2. Defina seu modelo de negócio

É de suma importância definir seu modelo de negócio, ou seja, como pretender vender suas roupas. Você pode optar por vendê-las em uma loja física, em uma loja virtual ou mesmo no boca a boca, atendendo os clientes na sua casa ou com entregas a domicílio.

Claro que há uma grande diferença no investimento que você precisa realizar para cada um desse negócios. Para ter uma loja física, por exemplo, você precisará alugar uma sala comercial, investir em móveis, climatização, entre outros aspectos fundamentais para atender os clientes com condições confortáveis para que eles se sintam bem ao realizar uma compra em sua loja.

dois colaboradores fazendo pesquisa de mercado com o notebook aberto

Já para vender roupas na internet, você precisará investir em uma loja virtual, comprando um domínio para hospedagem do seu site na nuvem, assim como uma plataforma para que sua loja ofereça uma boa experiência de compra para os usuários que irão acessá-la.

Atualmente, existem diversas plataformas gratuitas, contudo, nem sempre elas performam tão bem e são fáceis de posicionar nos resultados buscas do Google. Geralmente, é necessário realizar um alto investimento para uma boa plataforma que tenha todas as características que os melhores sites oferecem atualmente.

Caso você não tenha um aporte financeiro para uma loja física ou uma loja virtual, você pode começar na sua casa ou com vendas a domicílio. Ah, se optar por divulgar seu negócio no Instagram, que é uma boa, vale a pena conferir nossas dicas para vender nas redes sociais!

3. Tenha um plano de marketing

Costumam dizer que o “marketing é a alma do negócio” e, para a venda de roupas, isso realmente é uma verdade, afinal, você terá que lidar com ampla concorrência. Então, você precisa divulgar suas roupas para que seu negócio fique conhecido.

Caso opte por abrir uma loja física, é necessário fazer uma boa divulgação, podendo usar carro de som na sua cidade ou bairro, distribuição de panfletos, divulgação nas suas redes sociais, entre outras ações que permitirão que sua loja se torne conhecida.

homem fazendo mapa de marketing com diversos post-its

Caso tenha optado pelas vendas on-line, esse trabalho precisará ser realizado ainda mais ativamente no início, já que a divulgação nos meios virtuais depende dos algoritmos da internet. Então, vale a pena investir em uma campanha de lançamento da sua marca, assim como atuar de forma constante nas redes sociais.

Inicialmente, também se faz necessário investir em campanhas de Ads, tanto no Google, como nas principais redes (Facebook, Instagram, etc.) para aumentar o alcance das pessoas que conhecem sua marca, assim como é válido atuar em cima as estratégias de SEO (Search Engine Optimization) para que seu site alcance as primeiras posições do Google a longo prazo e você reduza sua dependência dos canais pagos.

4. Fortaleça a comunicação com o seu público

Assim como é de suma importância identificar, também é fundamental saber se comunicar de forma que as pessoas sintam-se representadas pela sua marca. Afinal, ao utilizar uma linguagem que seu público se identifique é possível criar laços de afinidade com ele para que, futuramente, as pessoas tornem-se embaixadoras da sua marca.

Então, tente mapear como é a forma que o seu público se comunica, qual é a linguagem, quais são as referências culturais, entre outros fatores. Faça testes e perceba se eles gostam de ver os stories da marca diariamente ou se eles preferem postagens mais estáticas no feed, por exemplo, verificando sempre quais os conteúdos que tem mais engajamento.

vendedora conversando com cliente

Diversifique a comunicação postando conteúdos diferenciados e não foque somente na venda dos seus vestuários, dessa forma, é possível fortalecer a sua relação com seus seguidores para além das vendas.

E, ainda que você não venda pela internet, as mesmas dicas são válidas para uma loja física, afinal, não é por que você vende apenas presencialmente que você não deve estabelecer uma comunicação nos canais virtuais com o seu público.

5. Estude uma margem de lucro rentável para suas vendas

Atualmente, os fornecedores estão mais acessíveis quando se trata de lojas de roupas, visto que a internet encurtou as negociações, facilitando que você ofereça roupas diferenciadas e de qualidade para seu público.

Contudo, para começar, você também precisará se diferenciar e oferecer um bom preço, afinal, eles gostam de investir em bom custo-benefício. Então, para definir os preços repassados ao seu cliente, além de considerar o valor investido, é indispensável saber quanto essa persona está disposta a pagar – faça uma pesquisa de mercado na concorrência.

foto aproximada de mãos de dois colaboradores fazendo contas e graficos

Além disso, é indispensável realizar uma boa pesquisa de fornecedores, pois sempre é possível encontrar fornecedores que vendam peças de alta qualidade a ótimos preços, possibilitando que você encontre uma margem de lucro de 50% até 100% em cada peça.

E aí, o que você achou dessas dicas de como lucrar vendendo roupas? Esperamos que você tenha muito sucesso no seu empreendimento.

Para mais dicas de empreendedorismo no ramo da moda, continue acompanhando nosso blog. E se precisar de um excelente fornecedor de roupas plus size femininas, contate o nosso time! Até a próxima!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta