Featured Posts

Topo
12 jan 2022

Cores que combinam: entenda de uma vez o Círculo Cromático!

pessoa segurando círculo cromático

Não há como negar que as cores são muito importantes para o ser humano, afinal, elas influenciam diretamente em como nos relacionamos com o mundo e seus elementos.

Inclusive, há um estudo direcionado sobre a temática, chamado Psicologia das Cores, que demonstra como as cores podem influenciar positiva ou negativamente no comportamento humano, gerando bem estar, melhorando a auto estima, reduzindo o stress, diminuindo a ansiedade, facilitando a comunicação, aumentando a produtividade, auxiliando em sentimentos como angústia e depressão, entre outros aspectos da mente humana.

E, por isso, elas são importantes para o universo da moda, tanto que os fashonistas e estilistas utilizam o Círculo Cromático e suas paletas de cores para encontrar as cores que mais combinam para confecção de novas coleções que são lançadas a cada estação.

Portanto, se esse é um assunto que te interessa, continue a leitura e confira tudo o que você precisa saber sobre a combinação de cores para arrasar nos produção de looks!

Entenda como funciona o Círculo Cromático!

infográfico do círculo cromático

O Círculo Cromático de cores é uma concepção básica das cores que são captadas pelo cérebro humano, composto por um círculo dividido e ordenado em 12 partes, cada uma representando as principais tonalidades de cores que são classificadas em um sistema chamado RGB (red, green e blue, traduzindo: vermelho, verde e azul).

Desse modo, círculo cromático é composto pelas três cores primárias, três secundárias e seis terciárias. Confira como é feita essa divisão:

  • Cores primárias: amarelo, azul e vermelho;
  • Cores secundárias: são as cores que resultam da mistura das cores primárias – verde (azul e amarelo), laranja (amarelo e vermelho) e violeta (azul e vermelho);
  • Cores terciárias: a mistura das cores primárias com cores secundárias, resultando nas outras cores que conhecemos.

A partir dessas 12 cores do Círculo Cromático, inúmeras novas cores podem ser criadas. Além das cores catalogadas dentro do círculo, ainda temos as cores preta e branca, que resultam na paleta da cor cinza e também possibilitam a existência de tons de cores mais claros ou escuros.

Ainda é válido ressaltar que quanto mais misturas na composição de uma cor, menos saturada ela será e, consequentemente, quanto menor, mais saturada será a cor.

Como surgiu o Círculo Cromático?

Podemos dizer que foi o cientista Isaac Newton que descobriu o Círculo Cromático com a observação de uma das suas experiências entre os anos 1665 e 1666. Newton conseguiu notar que, quando a luz do sol transpassava através de um prisma, uma série de cores eram refletidas no outro ponto do elemento.

Ele explicou o fenômeno com a hipótese de que a luz do sol tem diversos raios com refratividades distintas e que cada um desses raios solares resultavam em uma cor que podia ser observada separadamente através do prisma.

E, dessa forma, quando os raios se misturavam, eram percebidas novas cores se formando, as quais podiam ser notadas visualmente. Então, Newton defendeu que o modelo mais adequado para explicar a percepção das cores era um círculo ordenado logicamente, que foi, então, batizado de “Círculo Cromático de Newton”.

Depois de entender um pouco sobre o Círculo Cromático, é preciso entender também a harmonização entre as cores a seguir.

O que é a harmonia de cores?

círculo de cores com harmonizações

O dicionário nos traz o significado da palavra “harmonia” como a “combinação lógica ou pertinente de elementos que nos traz uma sensação agradável de prazer”.

Então, no campo das cores, podemos afirmar que existe harmonia entre as cores que funcionam bem em conjunto ou justapostas, produzindo um esquema de cores que chama a nossa atenção e produz uma sensação agradável em nosso cérebro. Também há um estudo que classifica a harmonia das cores em alguns tipos:

  • Harmonia monocromática

três looks monocromáticos, amarelo, azul e verde respectivamente

A Monocromia ocorre quando uma cor é utilizada em diferentes saturações e luminosidades para composição da cor de um produto. Ou seja, as tonalidades podem mudar, mas a cor matriz se mantém a mesma. A harmonia acontece pela variações de luminosidade e saturação dessa mesma cor.

Os especialistas afirmam que é possível abrir exceções para o uso de cores neutras para execução de detalhes (como linhas finas) em peças monocromáticas de outras cores, destacando os elementos mais importantes.

  • Harmonia análoga

três looks femininos com combinação análoga

A harmonia análoga acontece quando uma cor principal primária é combinada e com outras duas vizinhas no círculo de cores. Ou seja, a harmonia formada por uma cor dominante enquanto que as duas análogas são utilizadas para enriquecer a combinação.

As harmonias análogas são tão lógicas quanto as monocromáticas, mas a diferença é que não é usada apenas uma cor em diferentes tonalidades, mas a mistura de cores que se complementam facilmente, desde que elas não formem um contraste.

  • Harmonia complementar

três looks com combinações de cores complementares

A harmonia complementar acontece quando são utilizadas cores opostas do Círculo Cromático, ou seja, são usadas cores que se encontram simetricamente opostas no círculo com, exatamente, 180º de distância entre elas.

Esta harmonia funciona muito bem quando são usadas cores frias e cores quentes, formando uma perfeita combinação de contraste.

Geralmente, os profissionais utilizam essa harmonia optando uma cor como predominante e uma segunda para execução de acentos e detalhes de destaque. Por exemplo, uma cor de fundo e uma complementar para destacar os elementos mais importantes.

  • Harmonia triádica

três looks com combinação triádica de cores

Para esta harmonização de cores, deve-se escolher três cores com a mesma distância entre si no circulo cromático, usando sempre uma delas predominantemente, enquanto as outras duas apenas para os detalhes.

Esta harmonia com cores equidistantes é um tipo de combinação que ocasiona um efeito visual muito atraente, visto que oferece um alto contraste visual, preservando o equilíbrio e a harmonia entre as cores. A harmonia triádica não é tão contrastante quanto o esquema de harmonia complementares, mas surge como uma opção mais balanceada e mais sutil.

  • Harmonia do Complemento Dividido

quatro looks com combinação do complemento dividido

Esta harmonização ocorre com a combinação entre uma cor predominante com duas tonalidades vizinhas às cores equidistantes opostas a ela no círculo cromático. O resultado é uma paleta rica com um contraste mais sutil do que a harmonia complementar.

Ela é obtida quando há essa combinação de cores de forma equilibrada e harmônica, onde o contraste não ocasione uma tensão visual.

  • Harmonia Dupla Complementar

quatro looks com combinação de cores duplas complementares

Este tipo de harmonização de cores é obtida com dois pares de cores complementares entre si, ou seja, serão usadas 4 cores que irão harmonizar entre si. Por isso, são combinações muito ricas e harmoniosas, visto que as possibilidades aumentam com quatro cores complementares.

Contudo, pode-se dizer que é uma harmonia muito complexa para se trabalhar, assim, normalmente os profissionais utilizam as 4 cores em iguais proporções para criar uma harmonia equilibrada. Contudo, também há a possibilidade de escolha de uma cor predominante, enquanto as outras desempenham funções complementares.

Como fazer a combinação de cores?

É importante ressaltar que o Círculo Cromático existe para nos ajudar a entender e visualizar todas as cores ao mesmo tempo, permitindo que o nosso cérebro consiga identificar as melhores combinações entre as cores.

O círculo funciona como uma ferramenta organizada visualmente para que possamos perceber como as cores dialogam entre si, o que torna a tarefa de combiná-las muito mais simples na hora de usá-las. É óbvio que, na criação de um produto ou de um vestuários, os designers levam em conta aspectos estéticos e técnicos para a elaboração dos projetos, ainda assim, as emoções e impressões também devem ser consideradas.

Uma dica universal dos designers é evitar o uso de todas as cores com a mesma proporção (com exceção das combinações monocromáticas), escolhendo sempre uma para fazer a função predominante e as outras em escalas menores para enriquecer a produção com detalhes.

Logicamente, o estudo acerca das cores é extenso e complexo, contudo, a partir dos esquemas harmônicos que apresentamos anteriormente, é possível pensar em combinações harmoniosas e interessantes dentro de diversas áreas do conhecimento, como na decoração, no desenvolvimento de produtos, nas estratégias de marketing, na moda e na arte.

Como colocar todas essas teorias em prática na moda?

Os fashionistas e estilistas são os especialistas e os responsáveis por ditar as tendências da moda e as cores sempre estão na pauta desses profissionais, uma vez que elas fazem toda a diferença para a produção dos vestuários que são comercializados no mundo todo.

É importante ressaltar também que a moda influencia o comportamento dos indivíduos, afinal, como dissemos no início, as cores fazem parte do nosso dia a dia, interferindo em nosso humor, na nossa disposição e no modo que vemos o mundo. Por isso, para que você esteja sempre vestindo-se com as tendências da moda, além das peças, é importante que você esteja por dentro das cores das estações para montar seus looks.

Para colocar toda essa teoria em prática, é preciso pegar suas peças e experimentar. Então, é importante fazer disso um momento divertido e relaxante, assim, você consegue conferir quais peças você tem a sua disposição e quais ainda estão faltando no seu repertório cromático e, aos poucos, deixar seu guarda-roupa cada vez mais com a sua cara.

Use a teoria das cores para criar seus looks favoritos com opções: monocromáticas, análogas, triádicas, complementares e contrastantes. Assim, você conhece melhor o seu repertório e não perde tanto tempo montando as produções. Pegue imagens na internet como referência e tente reproduzir seu toque pessoal sem medo de errar.

Agora, que você tem mais propriedade para criar looks usando as cores que combinam, inove nas harmonizações em diferentes ocasiões! Até a próxima!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta